Black Friday MetaLife, descontos de até 50%

Minha história com Pilates: venci o medo de abrir meu estúdio!

A história profissional se entrelaça a pessoal e, mesmo em meio a momentos difíceis, ao lado da mãe doente, ela encontrou tempo para estudar e se capacitar para a realização do sonho de ter o seu próprio estúdio de Pilates. Em meio a pandemia, ela venceu o medo de empreender e abriu as portas do seu negócio. Em menos de um mês, conquistou vários alunos, bateu todas as metas propostas, pagou todas as contas e se tornou uma empresária de sucesso. O estúdio nem tem um ano ainda, mas já tem planos para ampliação em breve. Conheça a história inspiradora de Andressa Andreasi Estadella e motive-se a dar o primeiro passo rumo ao sonho do seu negócio Pilates! 

Meu nome é Andressa Andreasi Estadella, tenho 32 anos e sou formada em Fisioterapia. Sou Bauruense e moro em Botucatu desde os 14 anos, quando me mudei com a família, e hoje aqui é minha cidade do coração. Sempre fui uma pessoa que praticou atividade física, desde os 4 anos de idade. E quando estava na faculdade praticava Pilates (era um tempo para mim, onde conseguia esfriar a cabeça).   

Desde a faculdade sonhava em trabalhar dentro de um hospital, adorava a matéria de pneumologia e achava que aquela ia ser minha trajetória. Sai da faculdade e iniciei o aprimoramento e especialização em ciências da saúde na Unesp. Quando terminei a especialização descobrimos a doença da minha mãe (câncer de pulmão). Como já tinha acabado meus estudos na Unesp, pude acompanhá-la no tratamento, em São Paulo. Minha irmã, que ainda estava na faculdade, muitas vezes não conseguia nos acompanhar, então revezávamos para ficar com minha mãe e cuidar de tudo aqui em Botucatu. Nosso pai já era falecido, então éramos só nós três.   

Passava um bom tempo com minha mãe no hospital, em sessões de quimioterapia, radioterapia, exames e as vezes eu mesma fazia fisioterapia na minha mãe. Até que um dia me veio a ideia na cabeça de fazer um curso de Pilates. Como já passava muito tempo em SP, acompanhando minha mãe, ia ser mais fácil.   

Fiz o curso primeiro, segundo, terceiro dia e não imaginava que o Pilates ia conquistar meu coração assim de cara. Me apaixonei pelo método e o período que conseguia estar em Botucatu comecei a dar aulas em uma academia. Lá conquistei vários alunos, treinava muito e quando estava com minha mãe em SP estudava mais e me aprofundava no método. Conseguia conciliar minhas aulas e ainda estar com minha mãe.   

Depois que minha mãe faleceu, no final de 2018, foi uma época muito difícil. Eu e minha irmã ficamos tentando “organizar” novamente nossa vida. Em 2019 passou pela minha cabeça tentar abrir meu próprio estúdio, foi quando procurei a MetaLife pela primeira vez. Fiz o orçamento dos aparelhos e conversei com a querida Angelisa, que me incentivou e me explicou tudo certinho. Mas ainda não era a hora certa. E me lembro até hoje quando ela me disse para eu ficar tranquila, que quando fosse a hora de abrir, eu ia voltar a procurá-la para iniciarmos esse sonho.  

No começo de 2020, quando minha vida estava organizada do jeito que eu queria, resolvi abrir meu estúdio. Mas como eu faria isso? Nunca fui empreendedora. Sentei, coloquei tudo em um papel, o que eu queria, como eu queria, fiz contas e até o SEBRAE eu procurei para me dar uma direção de onde começar. Comecei a procurar lugares para alugar e encontrei a sala que estou hoje e me apaixonei. Vi vários outros lugares, mas não adiantava, eu sabia que tinha que ser aquele. Eu já imaginava tudo dentro daquele espaço, medi a sala inteira e desenhei, coloquei tudo lá dentro, no papel. Meu marido não acreditava, mas ela estava pronta na minha cabeça.  

Procurei a MetaLife novamente, assim como outras marcas, mas eu já conhecia a MetaLife, já tinha trabalhado com a marca e sabia da qualidade dos aparelhos. Voltei a falar com a Angelisa que, claro, ficou feliz com meu retorno, e eu lhe disse que agora era a hora certa. Procurei um contador para me ajudar com toda a papelada que precisaria. Pronto.  

Abertura do estúdio x pandemia 

Quando chegaram meus aparelhos, em março de 2020, e eu estava montando a sala, veio a pandemiaO que eu ia fazer agora? Pensava se tinha feito a coisa certa, agora eu tinha contas para pagar, precisava de alunos, chorava. Levantei a cabeça e decidi dar aulas online e muitos alunos iniciaram comigo essa jornada, logo consegui novos alunos online.   

Quando as coisas começaram a melhorar, abri meu estúdio. Em maio iniciei as aulas presenciais e, para o meu espanto, estavam lá vários alunos, um indicando o outro. Coloquei metas pro meu estúdio e consegui bater no primeiro mês, pagar tudo o que eu precisava.   

Desde o início planejei tudo sozinha, com o apoio de meu maridoque me ajudou em quase tudo. O meu estúdio fica numa sala linda, num prédio comercial, com uma janela de vidro enorme, que tem vista para a cidade, é um espaço acolhedor, como dizem meus alunos.  

Agora na pandemia atendo no máximo dois alunos por horário, onde conseguimos manter o distanciamento social adequado e um atendimento de qualidade. A maioria dos meus alunos são mulheres que buscam qualidade de vida no Pilates. Mas percebo também que tem aumentado o público masculino, além de vários alunos com indicação médica (patologias de coluna, pós-operatórios, reabilitação e até em tratamento oncológico). Estamos quebrando barreiras e mostrando que o Pilates é para todos.   

Não digo que foi fácil empreender, todo dia é um desafio, mas quando se faz as coisas com vontade que tudo dê certo, e com o coração, tudo flui. Minha mãe, ainda no hospital, já me dizia: “Um dia você vai ter o seu estúdio – e vai ser lindo”! Ela tinha razãoe sei que tem um dedo dela em tudo isso, me ajudando e me acompanhando sempre.   

Se Deus quiser, quando essa pandemia acabar, quero expandir ainda mais o meu espaço. E para quem está iniciando e pretende abrir seu próprio negócio, minha dica é: planeje-se, coloque seu coração naquilo que faz e não tenha medo, afinal a vida é feita de oportunidades, inclusive aquelas que a gente perde. 

Andressa Andreasi Estadella
Fisioterapeuta
229850-F Crefito – 3
@andressaae
@pilates.andressaestadella

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *