Bom mesmo!

O Pilates é um método de exercícios físicos e alongamentos que utilizam o peso do próprio corpo na sua execução. Além disso, o Pilates é também uma técnica de reeducação do movimento que visa trabalhar todo o corpo, trazendo equilíbrio muscular e mental. É indicado para homens e mulheres de todas as idades, inclusive crianças!

O método trabalha vários grupos musculares ao mesmo tempo, através de movimentos suaves e contínuos, com ênfase na concentração, no fortalecimento e na estabilização dos músculos centrais do corpo (abdômen, coluna e pelve). Por isso, o Pilates mistura um treino de força e flexibilidade que ajudam a melhorar a postura, alongar e tonificar os músculos sem exageros.

objetivo

O objetivo do Pilates é focar na qualidade dos movimentos, ao invés da quantidade, deixando o praticante revigorado após a prática. Os movimentos priorizam o equilíbrio, assim nenhum grupo muscular fica sobrecarregado e o corpo trabalha de forma mais eficiente qualquer movimento, desde atividades do dia a dia até a prática esportiva.

BENEFÍCIOS

  • Alonga o corpo todo
  • Tonifica e define a musculatura sem exageros
  • Melhora a postura, deixa a coluna mais forte e flexível
  • Tonifica a musculatura profunda do abdômen
  • Previne e recupera lesões
  • Reduz o estresse e alivia as tensões
  • Melhora a área de movimento das articulações
  • Melhora a circulação sanguínea
  • Aumenta a coordenação e o equilíbrio

Mais alguns

  • Ajuda no controle do peso
  • Corrige sobrecargas e alinha os músculos
  • Complementa o seu treino esportivo
  • Aumenta a autoestima
  • Pode ser praticado por qualquer pessoa
  • Ajuda no tratamento de diversas patologias
  • Elimina as toxinas do corpo
  • Expande a consciência corporal

Joseph Pilates, criador do Método, foi filho de um ginasta premiado e de uma naturopata (ela fazia e recomendava o uso apenas de remédios naturais extraídos de ervas, pois para ela eram muito mais eficiente do que uma cirurgia por exemplo).

Ele, foi uma criança muito doente pois sofria de diversos problemas de saúde como Asma, raquitismo (deficiência de vitamina D) e febre reumática.

Por possuir uma grande influência filosófica de seus pais, Joseph passou a se dedicar praticando técnicas respiratórias que te ajudavam com o problema da Asma.

Joseph acreditava que a sua má postura e a sua respiração ineficiente eram as causas dos seus problemas de saúde. Por isso, além de trabalhar a sua respiração, e passou a se exercitar ao ar livre.

Por volta dos 14 anos, Joseph passou a aprofundar seus conhecimentos na área de anatomia, medicina tradicional chinesa, entre outros. Com isso Joseph Pilates descobriu e estudou diversos tipos de atividades físicas diferentes como a musculação, a Yoga, o boxe, mergulho, kung fu e a ginástica.

Foi então que Joseph Pilates teve a ideia de criar o Método Pilates para ajudar pacientes que tinham o mesmo problema que ele.

Porém, Joseph começou a utilizar os movimentos do Pilates para

ajudar as outra pessoas somente a partir de 1914 durante a primeira Guerra Mundial, quando o mesmo foi preso e enviado para um campo de concentração localizado na Ilha de Man.

A partir deste momento, Joseph Pilates passou a usar os seus estudos em prática utilizando molas de cama para realizar exercícios reabilitando os outros presos que se encontravam no campo de concentração, até mesmo os mais debilitados.

Conforme os seus pacientes melhoravam, ele aumentava o grau de dificuldade dos exercícios para que eles pudessem ganhar mais força e flexibilidade, trabalhando não só com seus corpos, mas também suas mentes através do controle da respiração.

Com isso, Joseph Pilates passou a desenvolver o seu conceito de um sistema integrado e abrangente de exercício físico, que ele mesmo chamou de “Contrologia”, baseando-se no controle da mente sobre os músculos.

Estima-se que todos os presos que praticaram os exercícios propostos por Joseph permaneceram saudáveis até o final de suas sentenças, mesmo após uma grande epidemia de doenças que se manifestou naquela época.

E assim o Método Pilates passou a ser uma das atividades físicas mais procuradas pelas pessoas para fortificar, reabilitar e condicionar o corpo em diversos momentos do cotidiano.

Ao praticar Pilates, você pode optar por duas formas do Método sendo elas o Pilates Solo ou o Pilates em Aparelhos:

Pilates Solo

Pilates de Solo ou Mat Pilates como também é chamado, é caracterizado pela utilização do próprio corpo ou de diversos acessórios no momento em que for realizar os movimentos.

O Pilates Solo, por ser praticado sem a ajuda de aparelhos, oferecem uma maior variedade de desafios ao método.

No Pilates Solo, originalmente foram desenvolvidos exercícios pelo próprio Joseph Pilates que eram realizados apenas com o próprio corpo sem a necessidade de qualquer acessório.

Com o passar do tempo, conforme os objetivos de cada aluno e os acessórios existentes, as variações surgiram e atualmente existem centenas de possibilidades.

Alguns exercícios realizados no Pilates Solo se caracterizam por serem de caráter educativo, ou seja, enfatizam o aprendizado da respiração e do centro de força.

O Mat Pilates é considerado um exercício que exige maior esforço do praticante sendo necessário força muscular, alongamento, equilíbrio e muita consciência corporal, porém, não significa que será difícil para todos, basta um pouco de treino e com o tempo o corpo assume novas formas e os movimentos ficam mais fáceis de serem realizados. O Pilates Solo caracteriza-se também pelo uso de acessórios auxiliares para a sua realização, como o Magic Circle, Meia Lua, Banda Elástica, Rolo de Espuma e Bola.

Pilates em Aparelhos

O Pilates em aparelho é caracterizado pela realização dos movimentos com a ajuda de aparelhos. Os exercícios de Pilates realizados nos aparelhos envolvem uma larga possibilidade de movimentos, todos eles realizados de uma forma rítmica, controlada, associada à respiração e correção postural como também é feito no Pilates Solo.

A intensidade dos exercícios desenvolvidos nos aparelhos é fornecida através das molas que são classificadas através de cores diferentes que se classificam em preta, vermelha, verde, azul e amarela, em ordem decrescente de intensidade. A estrutura básica dos aparelhos de Pilates é composta por essas molas, que podem ser usadas de duas maneiras diferentes: podendo reduzir o esforço que o praticante tem que fazer (facilitando o movimento) ou carregando parte do peso que você deveria estar puxando ou como uma resistência (dificultando o movimento).

A escolha de como usar essas molas irá depender dos seus objetivos, dando a possibilidade de facilitar ou dificultar o movimento. Os aparelhos mais importantes desenvolvidos por Joseph Pilates usados em Studio são: Universal Reformer, Cadillac, Chair e Barrel.

Curiosidades sobre o Pilates

Quando começamos a praticar Pilates, surgem diversas dúvidas sobre o Método, até porque todos querem resultados praticando o Método.

Pilates emagrece?

Sim! Por mais que esse não seja o foco principal do Método Pilates, os seus exercícios podem ajudar sim na perda de peso. Isso acontece, pois, os movimentos do Pilates tonificam o corpo estabilizando as articulações e reeducando os movimentos como um todo. Além disso, quando você pratica Pilates, todo o seu corpo fica em movimento que automaticamente ajudam na queima calórica, desta forma ajudando no emagrecimento. Sendo assim, o Pilates emagrece sim!

Posso praticar Pilates para complementar outros esportes?

Com toda certeza! Quando você pratica Pilates o seu corpo ganha um melhor condicionamento físico que te ajuda no momento de realizar outras atividades físicas. Esta complementação ocorre de maneira progressiva, onde o Pilates atua com o objetivo de ajudar na disposição e na melhora da respiração para o corpo estar mais disposto no momento em que você for realizar outros esportes.

O Pilates ajuda na reabilitação?

Muito! O Método Pilates foi criado por Joseph Pilates e usado com o intuito de tratar os pacientes que se encontravam debilitados no campo de concentração. Desta forma, Joseph utilizou seu estudo sobre o corpo para criar movimentos que ajudassem esses pacientes a reabilitar-se. Sendo assim, o Pilates é um grande colaborador para ajudar no tratamento de diversas patologias sendo elas corporais ou mentais, reabilitando o indivíduo.

Praticar Pilates é o mesmo que praticar Yoga?

Não! Apesar de serem Métodos aparentemente iguais, o Pilates não possui a mesma finalidade que o Yoga. Primeiramente, a principal diferença das duas práticas é o fato da essência de cada um. Ou seja, O Yoga é mais como uma filosofia de vida, que aparece em diversas áreas para mudar seu estilo de vida interior e exterior. Já o Pilates, apesar de ser um Método também pensado na mudança de estilo de vida, busca ajudar prioritariamente a sua saúde física, o fortalecimento e alongamento do corpo. E apesar da busca para união do corpo e mente ser importante, não é a prioridade que nem o Yoga. Podemos dizer que o Método Pilates é uma terapia para o corpo e o Yoga terapia para mente e espírito.

Quanto tempo leva para alcançar os resultados desejados no Pilates?

Embora cada um trabalhe com um objetivo diferente no Pilates, o ganho na qualidade de vida é evidente para todos. O tempo de prática, a frequência e o modo que você executa os exercícios são os fatores que mais influenciam nos resultados. E não podemos esquecer de citar a alimentação também. Por isso é muito importante manter o acompanhamento de uma nutricionista ao longo do processo.

O Pilates ajuda a perder peso, sim. Mas ele sozinho não pode fazer isso. Se você somar Pilates aos aeróbicos, e combiná-los com uma dieta bem equilibrada, aí sim você pode esperar alguns resultados realmente surpreendentes. Embora algumas melhorias sejam sentidas já nas primeiras aulas, a maior parte delas chega a médio ou longo prazos. Por esse motivo, você deve manter-se comprometido para conquistar os resultados esperados.

Conclusão

O Pilates é um Método bem antigo que ganhou o seu espaço entre as pessoas por garantir diversos benefícios aos que praticam. Desta forma, ele pode ser considerado como um grande influenciador para melhorias do corpo e da mente em diversas fases diferentes do indivíduo, sendo ela reabilitação ou melhora do condicionamento físico.

Agora que você já entendeu o que é o Pilates, corra para o Stúdio mais próximo e pratique o Método, sua saúde com certeza irá agradecer! É um método composto por exercícios físicos e alongamentos que utilizam o peso do próprio corpo na sua execução. Além disso, o Pilates é também uma técnica de reeducação do movimento que visa trabalhar todo o corpo, trazendo equilíbrio muscular e mental.

O Método trabalha vários grupos musculares ao mesmo tempo, através de movimentos suaves e contínuos, com ênfase na concentração, no fortalecimento e na estabilização dos músculos centrais do corpo (abdômen, coluna e pelve). Por isso, o Pilates mistura um treino de força e flexibilidade que ajudam a melhorar a postura, alongar e tonificar os músculos sem exageros.

Os exercícios do Pilates têm por objetivo focar na qualidade dos movimentos, ao invés da quantidade, deixando o praticante revigorado após a prática. Os movimentos do Pilates priorizam o equilíbrio, assim nenhum grupo muscular fica sobrecarregado e o corpo trabalha de forma mais eficiente qualquer movimento, desde atividades do dia a dia até a prática esportiva.

Agora que você já entendeu o que é o Pilates, corra para o Stúdio mais próximo e pratique o Método. Sua saúde com certeza irá agradecer!