Aposte na avaliação física!

Em qualquer estúdio de Pilates, assim como nas academias, tudo deveria começar pela avaliação física. Esse deveria ser o primeiro contato do aluno com o professor, que vai conhecer a sua rotina e identificar os seus limites para prescrever o treino mais adequado e seguro.

Segundo a fisiologista Cláudia Zamberlan, para o site Minha vida, é através da avaliação física que se pode saber se o aluno apresenta alguma dor, patologia, se já praticou alguma atividade física e quais são os seus objetivos com a prática do exercício. Depois desta análise, é preciso verificar o condicionamento físico, medindo a porcentagem de gordura corporal, altura, peso, avaliando a postura do aluno e sua resistência.

Com todos esses dados em mãos, o professor interpreta as necessidades individuais e estabelece metas, direcionando o aluno para as atividades mais indicadas para o seu interesse (melhora do desempenho esportivo, condicionamento atlético, postura, alívio de dores e tensões). A avaliação física também permite determinar a intensidade e frequência dos exercícios, acompanhando o progresso do aluno.

Às vezes, informações simples podem mudar a experiência do praticante, permitindo superar limites e deficiências. Quanto mais o professor souber sobre o perfil do seu aluno, mais personalizada será sua planilha de treinos. É importante também que o aluno acompanhe, junto com o professor, o progresso e os resultados do trabalho, assim ele se sentirá motivado para continuar com os exercícios.

Uma avaliação física completa inclui diversos testes e cada perfil de aluno necessita de uma abordagem diferente, por isso é importante organizar esse serviço no ambiente de treinamento. Algumas ferramentas online de gestão auxiliam tanto na avaliação quanto na prescrição de treinos gerais e específicos, permitindo um trabalho individualizado e mais eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *