QUANTO PAGAR AO INSTRUTOR DE PILATES?

QUANTO PAGAR AO INSTRUTOR DE PILATES?

Para os empreendedores iniciantes, tudo se torna uma dúvida, não é mesmo? Por isso estamos aqui pra ajudar a esclarecer tudo o que envolve o negócio Pilates. Lembrando que as informações que iremos passar pra você são com base em pesquisas realizadas em vários estúdios que conhecemos, porém, não se pode generalizar! Isso muda muito de Estado para Estado, ou mesmo por região. É muito comum se aplicar um preço em um bairro e outro bem diferente em uma região mais central. O legal é pesquisar os concorrentes próximos a você e estipular um valor não muito diferente.

Primeiramente, você precisa ter claro o quanto tem de custos para viabilizar o seu negócio. Assim, saberá quanto tem disponível para investir em um bom profissional. Um instrutor capacitado e experiente pode, sim, ter um preço um pouco mais alto, mas também pode trazer resultados mais rápidos e positivos para o seu negócio.

O valor que um professor recebe varia de acordo com o valor que o dono de estúdio cobra por aula. Normalmente, ele ganha 40% sobre o valor da hora/aula. Também depende de outras questões, como se será contratado pela CLT ou se será um prestador de serviços.

Existem diferentes formas de se pagar um instrutor de Pilates:

1. Fixo de hora aula;

2. Fixo por período;

3. Variável por comissão do que o aluno paga ao estúdio;

4. Variável de acordo com o número de alunos em sala.

O valor médio para um prestador de serviço é de R$30,00 a hora. Sugerimos que se utilize algum tipo de variável para calcular quando o professor tem uma ocupação a mais nas aulas, no caso de reposições ou mesmo quando ele realiza mais alguma função dentro do estúdio, como a de coordenação, por exemplo.

Tudo isso depende da cultura que você quer ter no local de trabalho, dos benefícios que quer oferecer e dna forma de gerenciamento que será utilizada. Tenha essas informações como base para iniciar seu estúdio de sucesso! Mas não esqueça de pesquisar a sua região.

21 comentários em “QUANTO PAGAR AO INSTRUTOR DE PILATES?

  1. HERCILIA disse:

    ola,tenho um studio e a maioria dos meus alunos trabalham por escala,isso tem me prejudicado bastante,pois nao sei como faco para pagar o profissional que atende.Eu tenho tres porfessores e cada um atende em dia e horários diferentes, esse aluno que trabalha por escala, cada semana esta com um profissional diferente, isso esta fixando ruim na hora de acertar esses alunos.
    Como devo prosseguir,atualmente tenho pago por aula.Mas não sobra nada desse aluno pra mim.

  2. Poliana disse:

    Estou querendo seguir com Mat pilates (como personal), atendendo a domicilio. Mas estou em dúvida do qto cobrar h/a. Pois além de disponibilizar e levar os materiais até o aluno, vou gastar com deslocamento. Como calcular?

  3. Edilaine Cristina Da Silva disse:

    Sou Educadora Física e trabalho com Pilates, e Academia SmartFit Em média alguns estudos pagam 60 reais por 3h/aula. O que é bem pouco se for pegar um personal em em média cobrando baixo, posso cobrar a aparti 75h/aula. De certa forma ficamos presos ao Studio .. pra ganhar pouco.
    Mas amo oque faço no momento estou tentando ficar com as aulas de Pilates.

  4. Antonio disse:

    Eu não entendo como pode se pagar ao instrutor de 40% a 50% do valor da hora/aula. Eu como dono de estúdio ficaria com a metade e ainda teria todos os encargos da empresa para pagar (água, luz, impostos, aluguel…etc), seria como uma sociedade em que o sócio majoritário sairá perdendo, no final do mês o seu instrutor receberá mais que você. Não vejo essa porcentagem sadia para o dono do negócio.

    • Leo disse:

      Mas lembre-se que o instrutor também investe esforço direto para planejar e ministrar as aulas. Você dá a estrutura e ele o suor. Quem tem contato direto com o cliente por uma hora criando vínculos é ele, sendo assim acho importante ele se considerar um sócio de 40% mesmo.

    • michelle disse:

      você está pagando hora/aula ou por aluno. Em média um instrutor orienta/ 3 clientes por hora. Justo pagar por aluno.

    • Larissa disse:

      Concordo Antonio. Além das despesas fixas mensais (aluguel, água, energia, internet…), ainda tem o desgaste e manutenção dos equipamentos, alvarás de localização e sanitário. Fora outras despesas menores como produto de limpeza, faxineira, cafezinho… Realmente 50% é loucura, para a minha cidade que é pequena 35% seria razoável para as duas partes

    • MARCO ANTONIO A SILVA disse:

      Eu também acho estranho tais percentuais. Deve ser alguma brincadeira sem graça aqui rs…Mas penso, se você é o proprietário do negócio, de certa forma faz um investimento altíssimo, tem que arcar com despesas mensais tipo aluguel, energia, água, reposição de material e pagamento de professor etc etc…Melhor entregar o ponto e virar professor, pois se você gosta de dar aulas não vai haver problema algum, ainda mais ganhando no mínimo 40%…Penso que 35% no máximo tá justíssimo…

      • diogo disse:

        penso que tudo tem seu preço e cada profissional tem que ser valorizado. pois quando seu carro quebra você precisa arrumar muitos lugares pede pra vc comprar a peça e ele da o valor da mão de obra. cada profissão tem que se valorizar mesmo. educador físico e fisioterapeuta não esta ai de brincadeira e sim pra cuidar da saúde dos seus clientes. vc tem que oferecer o melhor e contratar os melhores pois não a preço quando se oferece o melhor. todos ganham então valorize o profissional que vocês tem pois nada disso estaria se não fosse eles. enfim fecha estuda ed física o fisioterapia e vão da aula. e vai receber 35 % depois vocês vem e dao suas conclusões

    • Fausto disse:

      Bom dia!

      Levando em consideração, despesas fixas (Água, Luz, telefone, Aluguel, …), taxas de maquina de cartão, impostos e comissão dos profissionais, dificilmente o proprietário de um estúdio de Pilates fecha seu mês no Azul.
      Pagando uma comissão de 40% para o Profissional e 15,50% de impostos ao governo (Simples Nacional), sobra menos de 50% para pagar as demais despesas.

  5. MARCO ANTONIO A SILVA disse:

    Boa noite. Dúvida de músico empreendedor.
    Sei que o assunto aqui é sobre pilates, mas como se trata de valor de hora de trabalho, e por eu ter gostado do assunto venho pedir uma orientação se possível.
    Então, aluguei um ponto com 02 salas para dar aulas de música (violão e piano) e pretendo pagar entre 20 a 25,00 a hora aula a dois professores que concordaram e eu ficarei na coordenação. Cada sala comporta no máximo 5 alunos e pretendo cobrar por mensalidade valores diferenciados para turma em grupo e individual.
    No caso das turmas em grupo desejo cobrar mensalidades para violão r$140 e individual r$220, o mesmo para as mensalidades de piano, ou seja por 1h de aula semanal por turma ou aluno.
    Pergunto, tanto para as mensalidade das aulas em grupo quanto às individuais terei de pagar aos professores o mesmo valor da hora aula acertada? Ou é mais negócio eu trabalhar com uma margem de gasto com pagamentos desses professores entre 20 à 25% da hora/aula? .. Considerando que eles não têm nenhuma despesa com a escola e nenhuma relação de sociedade no meu negócio?

    Grato e boa sorte.

    • Metalife Pilates disse:

      Olá, Marco. Tudo bem? Normalmente, os professores de Pilates ganham em torno de 40%/ 50% sobre o valor da hora/aula. A variação vai depender de uma série de fatores, como formações e experiências, por exemplo. Mas o ideal é você fazer uma pesquisa dentro do seu mercado. Conversar com outros empreendedores do ramo, de cidades vizinhas, pode ser bacana. Sucesso!

  6. Josenice Virgens disse:

    Estou me estruturando para trabalhar com Mat Pilates em minha academia. Gostaria de saber o valor aproximado que devo cobrar (região metropolitana ha 20 min de salvador-Ba) e quantos alunos devo ter com segurança numa turma de Mat Pilates em academia.
    Obrigada!

    • Metalife Pilates disse:

      Olá, Josenice. Tudo bem? A maioria indica de 4 a 5 alunos por turma, em aulas em equipamentos. O ideal é que você tenha bastante segurança em atender a todos da mesma forma, prestando um acompanhamento adequado. Se você reunir pessoas com o mesmo grau de habilidade e conhecimento em Pilates, fica mais fácil. Exemplo: grupos de iniciantes, grupos de gestantes, grupos de idosos, grupos de atletas de corrida…e por aí vai. Quanto ao valor, indicamos que você faça uma pesquisa de mercado na sua região, identificando os preços praticados. Lembrando que o ideal é pesquisar estúdios e academia que ofereçam aulas de mat, que será o mesmo tipo de serviço oferecido por você, ok?

    • Metalife Pilates disse:

      Oi, Josenice. 50% é um bom número. Normalmente, os estúdios pagam 40% do valor da hora/aula ao professor. ; )

  7. camila vargas disse:

    Boa Tarde tudo bem?
    se ao aluno paga mensal um valor de 185,00 e o instrutor ganha 50% que é de 92,50 mensal por aluno, isso esta correto?
    Ou é um valor muito baixo?

    • Metalife Pilates disse:

      Boa tarde, Katia. A maioria indica 4 alunos por turma. Mas nada impede que você teste o modelo com 5. O ideal é que você tenha bastante segurança em atender a todos da mesma forma, prestando um acompanhamento adequado. Se você reunir pessoas com o mesmo grau de habilidade e conhecimento em Pilates, fica mais fácil. Boa sorte! ; )

  8. Danielle Bonin disse:

    Boa noite,
    Sou Fisioterapeuta e estou inclinada a fazer a certificação em Pilates. Gostaria de saber duas coisas:
    1. O profissional de Pilates que trabalha para alguém (um estúdio) consegue receber quanto mensalmente (cidade: Campinas)
    2. Geralmente como é essa contratação (cidade: Campinas), o instrutor de Pilates geralmente permance por um período no estúdio ou tem aulas dispersas durante o dia/semana?

    Estou buscando saber se realmente vale a pena me tornar uma instrutora de Pilates e atuar nessa área.
    Agradeço.

    Atenciosamente,
    Danielle

    • Metalife Pilates disse:

      Olá, Danielle

      Tudo bem?

      Para responder a sua pergunta com mais precisão, solicitamos auxílio da Ge Gurak, uma das profissionais mais renomadas do meio do Pilates. Além de instrutora há muitos anos, ela é sócia da TC Pilates, que funciona como estúdio, centro de treinamento e formação, e ainda é palestrante em diversos eventos. Veja a resposta dela:

      “Normalmente, o profissional que trabalha para alguém recebe de R$ 20 a R$ 80 a hora, dependendo do bairro que o estúdio está, da experiência e do sistema de contratação. O mercado se distingue bastante – existem profissionais CLT, autônomos e terceirizados. Hoje em dia, encontramos a maior parte dos profissionais com sua renda vindo totalmente do Pilates, não necessitando trabalhar com outras técnicas. Inclusive, muitos espaços contratam de 6 a 8 horas diárias. O mercado de Pilates ainda é uma grande oportunidade para Fisioterapeutas seguirem, pois existem muitas vagas à disposição”.

      Bacana, né Danielle? Esperamos ter ajudado. Quando for montar o seu negócio, conte conosco! Temos uma equipe de consultores especializados para prestar toda a consultoria necessária. Sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *