A história de sucesso de Lilian Muzzi

Minha história com Pilates: Lilian Garzon Muzzi

Hoje, Minha História com Pilates está diferente, nominal, contada em primeira pessoa pela própria protagonista – Lilian Garzon Muzzi.  Embarque com ela nesse universo e inspire-se com mais uma história de sucesso!

Sou Lilian Garzon Muzzi, graduada em Fisioterapia pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI- BH) há 10 anos. Já trabalhei com gerontologia, atendimento domiciliar e estética, mas nunca me encantei tanto quanto com o mundo do Pilates.

Me formei muito nova, com apenas 22 anos. Logo que saí da faculdade, busquei especializações para me colocar melhor no mercado da Fisioterapia. Já estava trabalhando na profissão, mas ainda não era o bastante e eu não estava satisfeita. O mercado não é fácil e exige muito esforço e persistência. Dessa forma, assim que fiz o primeiro curso de formação de Pilates (2009), consegui enxergar um curso com um potencial enorme para alavancar a minha carreira e ter sucesso.

A partir daí, logo comecei a trabalhar com Pilates e busquei cursos que iriam agregar valor nessa nova “estrada” que estava começando a trilhar. Fiz novos cursos de formação em Pilates, Pilates avançado, Pilates acrobático, ballet Pilates, dentre outros.

No meu primeiro trabalho com o Pilates, apesar de todo o amor com o que fazia, sentia que ainda faltava alguma coisa. Sabia que poderia crescer muito ainda nesse mercado. Minha cabeça não parava e sempre pensava que poderia ter aquilo que me completaria: o meu próprio estúdio.

Comecei a procurar uma sala ou loja para alugar. Chamei uma grande amiga (Ludmila Santos Eufrásio), que também estava nesse caminho, para ser minha sócia. Achamos a loja perfeita para nós e, apesar de ser mais cara do que estávamos buscando, fechamos negócio. Sabíamos que não ia ser fácil, até porque os custos estavam bem maiores do que planejados. Queríamos os melhores aparelhos, sabendo que inclusive era o que nos daria mais segurança e até credibilidade naquele momento.

Compramos na Metalife quatro aparelhos que usamos até hoje. Lembrando que iniciamos nossas atividades no Stilo Pilates (Av. Guaicuí, 333 loja 04,05 e 06 – Luxemburgo – Belo Horizonte) no dia 1 de fevereiro de 2010.  No início trabalhamos apenas nós duas. Fazíamos de tudo… parte administrativa, burocrática, limpeza, manutenção e, claro, as aulas. Já no primeiro ano conseguimos ter sucesso e atingir a nossa meta de alunos/pacientes e assim contratamos uma Fisioterapeuta para nos ajudar.

Continuamos a crescer (Graças a Deus) e em 2012 ampliamos com a locação da loja ao lado, dobrando o espaço físico. Colocamos mais 2 aparelhos Metalife, 2 esteiras e outros aparelhos. Achamos que dobraríamos também o número de alunos que tínhamos enquanto 1 loja. Mas a realidade bateu na porta e aprendemos que não é só abrir e ampliar para conseguir crescer.

Assim, através da busca de novidades e formas para conseguirmos aumentar o número de alunos, colocamos mais duas atividades: o circuito funcional com Pilates e o Neopilates. O número novamente subiu e mantemos assim nesses últimos 8 anos. A nossa equipe também cresceu e hoje somos 4 Fisioterapeutas atuantes nas aulas.

Novamente, agora em 2018, surgiu a oportunidade de ampliar o nosso espaço e vamos aumentar, locando mais uma loja. Já tivemos uma experiência, então dessa vez vamos encarar com um pouco mais de tranqüilidade.

Acho que já posso dizer com esses anos de experiência no mercado de Pilates, que não é apenas ter um desejo de ter o próprio estúdio ou de achar que simplesmente ter o próprio negócio é certo de ter um melhor retorno financeiro.

Quantos finais de semana fiquei trabalhando para o estúdio? Quantas vezes não dormi pensando no que poderia ter feito melhor? Quantas vezes investi e fiquei preocupada pensando no risco daquele investimento? Essas perguntas são reais e por isso, quem tem interesse de empreender nesse mercado tem que saber que existem obstáculos.

Ao mesmo tempo, se alguém me perguntar se eu faria de novo, responderia que não mudaria nenhuma vírgula dessa minha história. Tenho em mente que empreender é ser livre para ter o que sonha.

Tanto é verdade que apareceu outra oportunidade maravilhosa de montar um estúdio e eu aceitei sem pestanejar.
Em 2016 morava em Curitiba (na verdade, ficava parte do mês em Belo Horizonte e parte do mês em Curitiba), fiz novos laços e fiz uma parceria com o Petit Ballet Juvevê. Montei então, em 2017, esse outro estúdio, o Corpo Pilates (Rua Paraguassu, 818, Juvevê – Curitiba).

Seguindo meus próprios passos do estúdio de Belo Horizonte, comprei quatro aparelhos na Metalife e hoje já temos mais uma Fisioterapeuta na nossa equipe.  Estamos crescendo, mas continuo sempre buscando aprender para melhorar cada vez mais. Nessa vida de empreendedora não se pode parar, pois cada vez mais as pessoas buscam novidades e profissionalismo.

Sempre com o desejo de dar tudo certo e ter sucesso, consegui passar por todos os obstáculos até hoje. Mesmo sem um curso de administração, que no meu caso teria sido excelente. Estudei muito e mesmo assim, não fui poupada de experiências difíceis, mas que me trouxeram muito de toda a bagagem que tenho. Dessa forma, acho que é muito importante não parar de estudar e sempre buscar o crescimento profissional.

Aprendi que nesse caminho, às vezes, temos que ter mais de uma “profissão”. Seja ela Fisioterapeuta, seja instrutora de Pilates, Administradora, Secretária, Auxiliar de Limpeza, Pedreira ou até Psicóloga, mas o importante é se sentir realizada.

Imagino, olhando para trás, que ainda não vou parar por aqui. Quero investir ainda mais nesse caminho. Caminho que indico para cada um de vocês. Assim como tudo na vida, se tiver esforço, terá as recompensas e encontrará o sucesso.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *