Estúdio de Pilates: como manter a saúde financeira

Como proteger financeiramente o seu estúdio durante a quarentena?

Periodicamente devemos analisar e planejar as finanças da nossa empresa. Nesse momento de crise econômica e quarentena na maioria dos estados, é fundamental que a movimentação financeira seja acompanhada de perto para realizar diagnósticos eficientes na gestão do seu estúdio de pilates.

O planejamento empresarial tem como definição “um conjunto de ações, ferramentas e controles que buscam entender, organizar e gerenciar os recursos de uma empresa a ponto de gerar melhores resultados.”

Essas ações basicamente envolvem projeções mensais e anuais de receitas e despesas aplicadas em cenários hipotéticos, porém realistas, dos próximos meses das operações do seu estúdio. Ao realizar o planejamento do faturamento é possível planejar os gastos, despesas e investimentos que serão feitos nos próximos meses.

Gerir as finanças do estúdio é priorizar bons resultados

 

Um bom controle financeiro é um dos maiores desafios para quem não possui uma boa assessoria. Sendo eficiente, é também o primeiro passo para se fazer um bom planejamento empresarial. Toda e qualquer operação financeira que ocorre dentro do seu estúdio deve ser registrada, independentemente de seu valor.

Porém, antes de partir para as contas, é importante que seja feito um plano de negócio, para que fique mais claro os objetivos e alcance do estúdio. Se você já possui, agora é importante revisitá-lo. Existem diversos modelos para elaborar um Plano de Negócio, não existe uma formatação única, o objetivo é ajudar o empreendedor a focar suas ideias e tomar ações planejadas, além de servir como base para acompanhamento de metas do estúdio.

Estamos em um momento de crise econômica imprevisível, por isso é importante escolher algumas métricas para acompanhamento periódico.

 Retenção de clientes

 

Examine qual era a estimativa de recebimentos para os próximos meses e o que de fato irá realizar, ou seja, se caso houve algum cancelamento de aula ou algum aluno que não renovou o plano com o estúdio. Faça uma soma desses valores e desconte do seu controle de projeção de receitas. Assim ficará mais claro a disponibilidade de caixa para pagamento das suas despesas.

Também é o momento de enxergar oportunidades, mudar o modelo de negócio do seu estúdio, buscar alunos fora do alcance da sua região, se preparar para ser um instrutor ainda melhor e pensar em novas possibilidades para gerar renda com a nova realidade da quarentena, como por exemplo aulas online.

Procure fazer uma matriz SWOT. Essa ferramenta de gestão tem o objetivo de identificar e analisar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças de uma empresa em relação ao mercado e concorrência, que contribuem para o seu sucesso ou fracasso, se não acompanhado de forma estratégica.

Caso opte por vender produtos ou participar de mentorias, qualquer atividade que foge do que anteriormente praticava, é necessário validar com a sua contabilidade se consta essa atividade no seu CNPJ, para que você possa emitir a nota fiscal, recolher os impostos e contabilizar de maneira correta.

Verifique os custos e reveja o fluxo de caixa do estúdio

 

Seus esforços, nesse momento, devem ser para saber como irá arcar com os custos do seu estúdio, pois possivelmente você não terá caixa o suficiente para honrar com suas obrigações. Com isso, você deve verificar e identificar o que é essencial para a prestação do seu serviço e analisar, dentre os demais custos, o que é passível de corte imediato ou prorrogação de pagamento. Isso faz com que você mantenha um equilíbrio no seu fluxo de caixa, nesse momento de pandemia, frente as projeções de seus recebimentos.

É uma falha muito comum que as empresas subestimem o registro de algumas operações, principalmente quando envolvem gastos baixos. O que acontece é que, em um primeiro momento, dificilmente isso aparece com relevância no diagnóstico do sucesso do estúdio. Mas pequenos gastos, ao fim de um longo período, tendem a se transformar em gastos representativos que afetam a saúde da empresa, as vezes até de maneira definitiva. Portanto, não subestime pequenos gastos, registre-os todos.

Fiquem atentos as notícias, algumas medidas que o governo está adotando em relação ao prazo do recolhimento mudaram e essa pode ser uma oportunidade de manter o caixa nesses meses de queda de faturamento.

Realinhamento de equipe

Algumas medidas do governo, como a Medida Provisória 936 de 03/2020 (link), viabiliza a redução e até suspensão de contratos da folha de pagamento, o que reduz e muito os gastos mensais no caso de cargos administrativos, que podem ser reduzidos durante a quarentena.

Redução da Jornada de Trabalho: pode ser feito por até 90 dias, através de acordos individuais. A redução de carga horaria pode ser de 25%, 50% ou 70%, preservando o salário-hora do funcionário. O empregado receberá a diferença da redução do governo com base na parcela do seguro desemprego e terá estabilidade do mesmo período aplicado.

Suspensão do Contrato de Trabalho: pode ser feito por até 60 dias, podendo ser 2 períodos, através de acordo individual. Nesse caso o funcionário receberá do governo o valor proporcional a parcela do seguro desemprego e, também, terá estabilidade do mesmo período aplicado.

Créditos para pagamento

 

O governo aprovou através da Medida Provisória 944 de 03/2020 (link) a liberação de crédito para micro e pequenas empresas para pagamento de folha de pagamento. O empréstimo será concedido para pagamento de até 2 competências.

Mas antes de buscar os créditos, é fundamental analisar índices de endividamento da sua empresa. Busque ajuda do seu escritório contábil para analisar os índices de seus demonstrativos. Conhecer qual é o capital de giro da sua empresa, saber qual parte do investimento que compõe uma reserva de recursos que serão utilizados para suprir as necessidades financeiras da empresa ao longo do tempo.

O mais importante em praticar essas ações é ter consciência sobre a real dimensão dos próximos desafios que serão enfrentados e tomar antecipadamente as medidas corretivas necessárias, observe observando e corrigindo com ajustes rápidos.

Não se deixe levar pelo desespero, nesse momento ele pode ser um grande inimigo. Procure uma consultoria contábil como parceira para auxiliá-lo na parte financeira e contábil da sua empresa, para que juntos possam montar um bom planejamento das suas próximas ações, mantendo a sua empresa com um bom equilíbrio financeiro.

Carolina Zaparoli
@zapacontabilidade

2 thoughts on “Estúdio de Pilates: como manter a saúde financeira

  1. Pingback: Como ser um melhor instrutor de pilates - Alves Pilates Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *